domingo, julho 26, 2009

Quanta água é necessária para a produção de alimentos?

O consumo de água na produção agrícola é um assunto em pauta nos últimos tempos e encontrei no Blog da Globo Rural uma postagem sobre este tema que coloco abaixo. Apesar dos altos valores, o homem com a tecnologia agrícola pode diminuir consideravelmente estes consumos.

Para maiores informações, pode-se consultar a notícia do The Guardian com o título traduzido "O custo escondido de nossos alimentos e bebidas "de onde também tirei as figuras com legendas em inglês:

A pegada da água
Qui, 23/07/09 por Mariana Caetano

Você sabia que para se produzir uma xícara de café são necessários 140 litros de água? E que para um quilo de bife bovino, quase 16 mil litros de água são utilizados? Pois é, apesar de não muita divulgada, a pegada da água (ou “water footprint”, como é chamada em inglês), que é a quantidade de água não mencionada no processo de produção de alimentos, vem ganhando cada vez mais destaque.

Dois grupos do Reino Unido, o Food Ethics Council e o Sustain, estão pressionando o governo para que um selo da pegada da água seja colocado em diferentes alimentos. A sugestão é que ele seja na forma de “litro de água por quilo de produto”, para que o consumidor saiba o quanto é gasto do precioso líquido. A ideia do selo é levar as pessoas a pensaram sobre o desperdício de água, intensificando o combate ao problema.

Confira uma comparação de consumo de água na produção de alimentos, elaborada pelo diário britânico The Guardian. (Nota do blog: as figuras encontram-se no final e das 9 postadas no blog, foram adicionadas trigo, açúcar, milho e carneiro).

A pegada da água surgiu em 2002, e segue a mesma linha de duas outras pegadas: a ecológica, que mede em hectares quanto uma pessoa ou população necessita para produzir os recursos que consome, e a de carbono, que mede a quantidade de gás carbônico produzida por nós, durante a vida.














Um comentário:

Adami Frutas disse...

Estou seguindo o Blog !

Confira e siga também: http://comamaisfruta.blogspot.com/

Grata,
Anna Clara Adami